• FELIXJM

01-Quatro Desesperos dos Tempos Atuais.

Atualizado: 29 de dez. de 2021

Todo profissional se confronta com uma ou outra dessas sentenças várias vezes ao dia. Frases que são comumente utilizadas, muitas vezes como vício de linguagem, sem realmente prestar atenção ao atendente que muitas vezes precisa de informações mais detalhadas para uma demanda tão crescente de perguntas e respostas em um mundo que muda da noite para o dia. Aqui vão algumas dicas importantes para quem deseja ver seu problema resolvido o mais rápido possível.


“Não estou conseguindo...” Seja pessoalmente, por telefone ou e-mail tente detalhar aos poucos para que o atendente consiga detectar o problema primeiramente antes de poder lhe explicar todo o problema para a resolução. Lembre-se da célere história do pequeno príncipe, onde no seu pequeno mundo ele cultivava apenas uma rosa e depois foi para outro em que havia várias. Se o atendente não for presencial e nem por telefone provavelmente estará com outros vários casos, então quanto mais informações forem passadas de uma única vez, maior será a rapidez do retorno da solução. Sempre lembrando que neste caso o profissional estará orientando outras pessoas e se as suas informações não forem detalhadas, poderá retornar ao final da fila de atendimento, por isso mais uma vez, respire fundo e tente ser o mais detalhado possível para que seu problema seja resolvido mais rapidamente quando o profissional voltar ao seu caso. Se o atendente for presencial ou por telefone vá com calma, passe informações passo a passo para que de tempo de o atendente vá analisando e solicitando mais informações.


“Não adianta!” Mais uma vez, o melhor nesses casos é beber por volta de um litro de suco de maracujá antes de usar essa frase. Se você está pedindo ajuda de um profissional é porque ainda acha ou quer achar que tem solução. Se realmente achar que não adianta um técnico não irá lhe ajudar em nada e dizer isto só vai desencorajá-lo.


“Já fiz isto!” Bom, neste caso se você já fez e não deu certo, provavelmente fez a coisa certa em chamar uma pessoa especializada. O importante nessas horas é não atrapalhar o profissional tentando explicar onde errou, pois qualquer detalhe, som, ruído, cor ou vibração faz diferença para quem é especialista e alguns casos requerem toda a atenção, então tente não distrair o profissional conversando ou fazendo perguntas enquanto ele analisa o caso.


“Não tem jeito.” Tente não ser tão pessimista logo de início. Aos olhos leigos muitos casos aparentemente fáceis de serem resolvidos realmente parecem não ter jeito, mas pode ter. Nesse caso o melhor mesmo é deixar o atendente analisar a situação e dar o diagnóstico correto, neste caso serão feitos vários testes e analises antes de se atestar o óbito geral da situação.


Uma dica importante de quem adquiriu experiência na área: Se o primeiro atendente não resolver, antes de jogar tudo para o alto, se possível consulte outro. Você pode simplesmente não ter tido sorte ou boa comunicação com o primeiro. Você pode repetir esse procedimento com alguns profissionais antes de realmente desistir.


OK.


FELIX MELO

181 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Nos tempos atuais tornou-se comum trabalhar em casa e como muitas empresas utilizando e dependendo muito da Internet. Seja no computador de mesa, notebook, tablet ou celular se o sinal de acesso a Int

Chega de brincar, vamos trabalhar e ganhar dinheiro! Em 1989 com o setor Naval em crise, fui convidado por um ex-chefe de um grande estaleiro, considerado o mestre dos mestres, a fazer um treinamento

Tem joguinho aí? Nasci em 11110100110. Os entendedores saberão o ano em decimal. Eram outros tempos, a tecnologia ainda engatinhava, computadores no dia a dia eram considerados ficção cientifica para